domingo, 4 de março de 2012

Clarão no Horizonte


Nathan Roderick Cox, Rod Cameron (Calgary, Alberta, 7 de dezembro de 1910 – Gainesville, Geórgia, 21 de dezembro de 1983) foi um ator de procedência canadense que fez carreira no cinema norteamericano, muito querido pelo fãs de westerns.
Aos dois anos de idade, Roderick Cox mudou-se com a família para Toronto, onde iniciou os estudos e trabalhou como entregador e vendedor de jornais. Com a morte do pai em 1925, a família foi para os EUA e Roderick morou em diversas cidades. Em White Plains, tornou-se jogador de basquete, graças a seus 1,93 m de altura, e participou de muitas peças de teatro amador. Durante os anos da Grande Depressão, encontrou trabalho como operário na construção civil, mudando-se mais uma vez, agora para a Califórnia. Logo se interessou pelo cinema e acabou contratado pela Paramount Pictures, que mudou seu nome para Rod Cameron.
Após uma miríade de papéis insignificantes entre 1940 e 1943 muitos não creditados, Cameron deixou o estúdio e assinou contrato com a Republic para estrelar dois seriados hoje clássicos: O Dragão Negro (G-Men vs. the Black Dragon) e A Adaga de Salomão (Secret Service in Darkest Africa), ambos de 1943. No ano seguinte, fez uma série de seis Faroestes B na Universal, o que ajudou a torná-lo conhecido entre o público menos exigente. O estrelato veio em seguida, no western A Irresistível Salomé (Salome, Where She Danced, 1945), coestrelado por Yvone De Carlo. A dupla se reuniria novamente para dois outros êxitos, o também western Era Seu Destino (Frontier Gal, 1945) e o drama Astúcia de uma Apaixonada (River Lady, 1948).
Depois de deixar a Universal, Cameron fez filmes para a Republic e para a Allied Artists. São desse período alguns de seus westerns mais apreciados, entre eles Os Saqueadores (The Plunderers, 1948), O Cavaleiro Negro (Brimstone, 1949), O Roubo das Diligências (Stage to Tucson, 1951) e Índios Selvagens (Yaqui Drums, 1956). O gênero passava por momentos difíceis, pois estava em fase de transição entre a adolescência e a idade adulta, e Cameron ajudou a fazer com que ele se mantivesse popular e rentável, juntamente com outros mocinhos como Audie Murphy, George Montgomery, Rory Calhoun, Guy Madison, e Randolph Scott. Em meados da década de 1960, quando seu espaço em Hollywood ficou reduzido, foi trabalhar na Europa, a exemplo de tantos outros de sua geração. Lá estrelou não só westerns spaghetti, mas também alemães.
Um dos primeiros artistas a atuar na televisão, Cameron protagonizou três séries policiais de muito sucesso: City Detective (9 episódios, 1953-1955), State Trooper (104 episódios, 1956-1959) e Coronado 9 (39 episódios, 1959-1961). Participou como convidado em inúmeros outros programas e filmes.
Casou-se com Angela Alves-Lico em 1950 e dela se divorciou em 1954, casando-se em 1960 com a sogra, Dorothy Alves-Lico, o que foi motivo de zombaria e incredulidade, além de exploração pela mídia. O enlace durou até sua morte, de câncer, em 1983. Deixou dois filhos.
Fonte: Wikipedia

3 comentários:

  1. Baixo esse filme aonde?

    ResponderExcluir
  2. João de Deus "Netto"6 de março de 2012 07:41

    Experimenta estes links:

    http://freemediaforyou.net/checkout.html?wm=150&sub=7&filename=The%20Forest%20Rangers

    http://www.firstload.com/?uniq=9644f562ef86f563&log=47382&fn=the+forest+rangers+download

    ResponderExcluir
  3. Soube que foi um bom ator de faroestes.
    Mas muitos poucos filmes vi com o mesmo e dos quais tenho pouquissimas recordações, que me impede de colocar comentatarios, que não seriam então sérios e reais.

    Precisaria ter uma fonte que me nutrisse de seus filmes, assim como de outros antigos atores, para eu me atualizar mais e, assim, poder fazer comentários mais atuais e condescendentes.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir