domingo, 8 de janeiro de 2012

A Mulher Mais Bonita do Mundo



Lollo como "Rainha de Sabá"

Gina Lollobrigida nasceu em Subiaco, Lazio, e foi a contribuição italiana para o conceito de sex-symbol de Hollywood. Após tornar-se conhecida com seu primeiro filme, Taxi di Notte (1947), contracenando com Beniamino Gigli, alcançou a fama nos anos 50 não só na Itália mas também nos Estados Unidos, onde viveu suas personagens mais famosas como a cigana Esmeralda em O Corcunda de Notre-Dame (1956, com Anthony Quinn). Teve outros filmes de destaque como As Aventuras de Fanfan (1951) e Pão, Amor e Fantasia (1953). Lollobrigida seguiu uma carreira paralela como fotógrafa, conseguindo grandes vendas de seu livro Italia Mia (1974), seguido de um volume sobre as Filipinas. "Gina Nazionale", como é conhecida em seu país, dedicou-se também à escultura.


Atriz e fotógrafa italiana

Após tornar-se conhecida com seu primeiro filme, Taxi di Notte (1947), contracenando com Beniamino Gigli, alcançou a fama nos anos 50 não só na Itália mas também nos Estados Unidos, onde viveu suas personagens mais famosas como a cigana Esmeralda em O Corcunda de Notre-Dame (1956, com Anthony Quinn). Teve outros filmes de destaque como As Aventuras de Fanfan (1951) e Pão, Amor e Fantasia (1953). Lollobrigida seguiu uma carreira paralela como fotógrafa, conseguindo grandes vendas de seu livro Italia Mia (1974), seguido de um volume sobre as Filipinas. “Gina Nazionale”, como é conhecida em seu país, dedicou-se também à escultura.


Ficou conhecida como intérprete de papéis sensuais, o que contrivui para ser reconhecida como “A mulher mais bela do mundo”, que incorporou após interpretar a cantora lírica Lina Cavalieri no filme “La donna più bella del mondo”, em 1955. Atuou ao lado de grandes atores, como Humphrey Bogart, Jennifer Jones, Vittorio Gassman, Anthony Quinn, Rock Hudson, e diretores como John Huston.
Além de atriz, dedicou-se a fotografia, seguindo uma carreira paralela ao cinema como fotógrafa. O livro de fotografia de Lollobrigida Italia Mia de 1974, obteve sucesso de crítica e de vendas. Outra atividade da versátil artistas foi a escultura, na qual obteve também sucesso.
Recebeu o Golden Globe em 1961.

Lollobrigida, aos 80 anos, confessou que teve talento e sorte em sua carreira, mas nunca teve um amor. A explicação, segundo a artista italiana, é que os homens têm medo de mulheres independentes. 

  Em entrevista à publicação semanal alemã Bunte, Lollo afirma que a sorte lhe deu talento e sucesso profissional, "na vida privada, no entanto, nunca tive um grande amor". 

  "Quem aceitaria de bom grado reduzir-se a marido de Gina Lollobrigida?", perguntou a atriz italiana. 
A artista, que completou 85 anos no último dia 4 de julho de 2011, continua anunciando novos projetos. "Estou preparando uma mostra das minhas esculturas, em breve sairá um novo volume com as minhas fotografias e depois talvez também minha autobiografia", afirmou. 

"Quero escrever as memórias pelo menos para tirar o veneno que tenho dentro, das muitas pessoas que se aproveitaram de mim", acrescentou Lollobrigida.

Salomão e a Rainha de Sabá

O povo de Israel prospera e fortalece tanto que os egípcios, seus inimigos, resolvem mandar ao local a rainha de Sabá (Gina Lollobrigida), para descobrir os pontos fracos de Salomão e assim poder derrotá-lo.

Neste glorioso épico bíblico escrito por Anthony Veiller, Paul Dudley e George Bruce, o diretor King Vidor (Guerra e Paz) explora, cinematograficamente, os males do paganismo e da adoração da carne, criando "um filme visualmente atraente que...encantará milhões" (Variety).
Filmado na Espanha, o filme é uma crônica que explora a vida de seus históricos personagens. Yul Brynner é o forte e idealista Salomão. E a sensual Gina Lollobrigida está magnífica como a atranete e sedutora Rainha de Sabaá. Um confronto entre o Rei Salomão e seu irmão é complicado ainda mais quando a Rainha seduz Salomão na tentativa de destruir Israel. O filme é um depoimento espetacular e humilde - belo de se assistir e que vale a pena ser lembrado

Fontes: Agência ANSA – IMDB – Site da Atriz http://www.ginalollobrigida.com/artista.asp

12 comentários:

  1. Amigo João....
    Esta foi demais....adoro os dois.....
    Boa semana

    Rosane Zamberlan Bellé
    Professora Tutora a Distância
    Tecnologia em Gestão de RH
    Anhanguera - Uniderp Campo Grande/MS

    ResponderExcluir
  2. João de Deus "Netto"9 de janeiro de 2012 02:38

    E eu fico muito feliz por ter gostado, Rosane!
    Vem mais por aí.
    Uma produtiva e feliz semana com muita saúde pra você.

    ResponderExcluir
  3. Gina Lollobrigida foi uma diva do cinema italiano, que chegou, inclusive, a conquistar Hollywood. Apesar de sua beleza, não permaneceu, a exemplo de Sophia Loren, que se eternizou no imaginário dos cinéfilos.
    Parabéns pelo blog. Impecável!

    ResponderExcluir
  4. João de Deus "Netto"9 de janeiro de 2012 08:33

    Obrigado, mestre Setaro.
    Distinção como esta e o blog só tende a ficar melhor.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Marco Antônio Nogueira9 de janeiro de 2012 11:00

    JOÃO,
    Notas "dezes" pra você
    e pra LOLLOBRIGIDA,
    mas, se me permite, a
    mulher mais bonita do
    mundo ainda é a tunisiana
    tunisina CLAUDIA CARDINALE.

    Posso trazer um vídeo dela?

    http://youtu.be/hgQknoPF-10

    ResponderExcluir
  6. João de Deus "Netto"9 de janeiro de 2012 11:01

    Páreo duro, Marco Antônio! É que o título foi em decorrência do filme que fez sucesso na época. Aí a imprensa e os paparazzos se encarregaram do resto. Mas sua concorrente direta - também, criado pela mídia -, era a lindíssima Sophia Loren. De formas que, de maneiras tais, elas eram espetaculares!!! A beleza latina da italianada ditava normas.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Marco Antônio Nogueira9 de janeiro de 2012 11:01

    JOÃO,

    Mas, a verdade é a seguinte:
    Fosse eu o sultão mais rico
    do mundo, levaria todas
    elas pro meu harém.
    E seria assim:
    5 dias pra Cardinale
    e só dois para as outras.

    ResponderExcluir
  8. Marco Antônio Nogueira9 de janeiro de 2012 11:02

    JOÃO,

    Deixe-me tergiversar.
    Se o assunto é mulher
    bonita, acabo de eleger
    a cantora alemã (de origem
    russa), HELENE FISCHER,
    como a mais bela, mais sensual
    (mais tudo) cantora da atualidade.
    Há poucos dias, trouxe
    aqui este vídeo dela.
    Veja se concorda
    comigo?
    Aliás, não concorde,
    porque vou ficar
    com ciúme.

    http://youtu.be/ujOIvM5wieU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João de Deus "Netto"13 de janeiro de 2012 06:07

      Quer dizer que, Nina Haggen nem pensar?

      Excluir
  9. Me ha gustado leer de ésta actriz que sinceramente no sabía ni que existía y que tenga semejante título me hizo echarle una mirada a algunas fotografías y se me hizo algo próxima a la belleza de Natalie Wood; las italianas son mujeres muy hermosas, y ella no escapa a esa grandiosa esculturalidad. Me gusta tu estilo con las caricaturas, se ven vertiginosas y algo deformadas pero parecidas a sus emulados. Y espero que intercambiemos un poco de cultura, tu aprendes español y yo portugués, que veo similitudes. Si gustas eres bienvenido a comentar en mi bitácora. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. Olá, João - Possuo essa foto autografada da Gina, mas original, com a tinta a caneta e ainda o envelope que recebi, segure-se, em 1960. Acredito que ela mandasse a mesma foto para os fãs. Falam muitos dos tipos inesquecíveis que o cinema criou. A bersagliera de "Pão, Amor e Fantasia" é um deles. Deus do céu! Gina enlouqueceu toda uma geração com aquele trapo que ela vestiu o filme todo. Um abraço - Darci Fonseca/Cinewesternmania.

    ResponderExcluir
  11. Com minhas sinceras desculpas, mas a mulher mais linda do mundo para mim ainda é Ava Gardner, embora Gina Lolobrigida seja uma mulher belissima e de encantos fisicos estonteantes.

    Em 1956, jovem e cheia de sensualidade, explode sua beleza em Notre Dame de Paris, ao lado do grande Anthonny Quinn.
    A cigana Esmeralda exibe um show de beleza, mostrando em closes lindissimos, seu rosto perfeito e suas pernas além de torneadas e muito belas.

    Em 1959, também ainda muito jovem e linda demais, faz Salomão e a Rainha de Sabá, ao lado de Yul Brynner, filme que teve de ser quase todo refeito, em função de grave problema com o então ator principal, Tyrone Power, que faleceu poucos dias depois.
    Nesta pelicula Gina exibe o máximo de sua sensualidade, naquela dança cheia de voluptuosidade, onde externa com graça e leveza todo quilate de seus poderes fisicos.

    Desconhecia, no entanto, que a bonita atriz era escultora e fotógrafa, informação que me pegou de surpresa, já que nunca ouvira qualquer noticia a este respeito, no tangente a estes atributos por esta pérola de beleza italiana.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir